TSE barra candidatura de Garotinho ao governo do Rio de Janeiro

0

Candidato foi barrado pelo Tribunal Regional Eleitoral do estado e recorreu ao TSE. Ministros consideraram a condenação por improbidade administrativa

A maioria dos ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) rejeitou nesta quinta-feira 27 a candidatura Anthony Garotinho (PRP) ao governo do Rio de Janeiro.

Todos os 7 membros da Corte votaram por negar recurso da defesa que tentava derrubar decisão Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ) que já havia barrado Garotinho.

Votaram contra a candidatura de Garotinho no TSE o relator do caso, Og Fernandes, e os ministros Admar Gonzaga, Tarcísio Vieira de Carvalho Neto, Edson Fachin, Alexandre de Moraes, Jorge Mussi e Rosa Weber. Os ministros levaram em conta condenação por improbidade administrativa.

No último dia 4 o TRE-RJ condenou Anthony Garotinho pelo crime de quadrilha armada e fixou pena de quatro anos e seis meses de reclusão em regime semiaberto. A decisão permite o enquadramento de Garotinho na Lei da Ficha Limpa, o que deve provocar a sua inelegibilidade.

O tribunal negou o recurso de Garotinho e aumentou a pena, que havia sido estabelecida pela primeira instância em dois anos e seis meses de reclusão, em regime aberto. Os desembargadores ordenaram a expedição de ofícios ao Tribunal Regional Eleitoral e ao Ministério Público Eleitoral, para comunicar o resultado do julgamento. Caberá ao TRE decidir se o candidato ficará ou não inelegível.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *