COROATÁ: Unidade do programa Escola Digna e farol do saber serão construídos no povoado Macaúba; A previsão de execução da obra é de 05 meses

0

O Governo do Maranhão realizou, nesta quarta-feira (17), no município de Coroatá, a assinatura da Ordem de Serviço para a construção de uma unidade do Programa Escola Digna, que atenderá alunos de Ensino Médio, no povoado Macaúba.

Com investimentos da ordem de R$ 574.173,53, a nova escola terá quatro salas de aula e irá beneficiar, inicialmente, cerca de 130 estudantes do Centro de Ensino Luiz Montenegro Tavares Anexo II – Macaúba.

“A sala é apertada e no inverno sentimos muita dificuldade. E hoje, sabendo que vamos receber uma Escola Digna, tanto para mim, quanto para os meus colegas, é uma satisfação grande. Muitos não acreditaram e hoje chegou. Isso vai ser muito bom nos estudos”, ressaltou Joais Ferreira, estudante do 2° ano do Ensino Médio.

A OS foi assinada no próprio povoado, pelo secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, e o prefeito de Coroatá, Luís Mendes Ferreira Filho. A previsão de execução da obra é de cinco meses.

“Esta é a primeira escola de Ensino Médio construída no povoado. A boa notícia também para o povoado é que, ao lado da escola, será construído o novo modelo de Farol do Saber, que servirá como biblioteca escolar e também como biblioteca pública para a comunidade. Será importante para ampliar a oferta de ensino a esses estudantes, com isso, democratizar a educação e garantir oportunidades, que é o principal objetivo do programa Escola Digna”, destacou o secretário Felipe Camarão acrescentando que devem ser entregues nos próximos dias um centro de educação de tempo integral e a reforma e adequação de um escola de Ensino Médio na sede do município.

Para o professor Osmarino Veras, a nova escola impactará na aprendizagem e no fazer pedagógico. “A escola que Governo do Estado nos proporcionará é uma melhoria para população e também para os alunos. Uma escola vem trazer justamente significância na aprendizagem. Estamos muito alegres com esse propósito do governo de trazer uma escola para a gente”, apontou o professor.

“É uma escola sonhada e muita esperada por todos nós. Vai mudar a realidade desse povoado, que há mais de 15 anos vem sofrendo com uma estrutura precária. É uma honra ter uma escola digna nesse povoado. Quem ganha é a comunidade escolar de Coroatá e esses alunos”, concluiu a gestora Virgínia Ingrid.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *