Mãe reconhece corpo encontrado em Guararema e confirma que é de Rayane Paulino

0

O corpo encontrado em uma área de mata da Avenida Francisco Lerário, em Guararema, neste domingo (28), é de Rayane Paulino Alves, de 16 anos. A informação foi confirmada pela mãe da jovem, Marlene Maria Paulino Alves, durante visita ao Instituto Médico Legal (IML) de Mogi das Cruzes, na manhã desta segunda-feira (29).

De acordo com o médico legista responsável pela unidade, Zeno Morrone Junior, o reconhecimento foi possível pelo esmalte nas unhas e também uma tornozeleira. Junior confirmou que a causa da morte foi por asfixia. O corpo estava com um cadarço preso na altura do pescoço.

Pelo estágio avançado de decomposição, o médico acredita que a jovem tenha morrido na madrugada do domingo, dia 21 de outubro.

A Polícia colheu material genético de debaixo das unhas e das partes íntimas do corpo e encaminhará as amostras para a perícia criminal, a fim de verificar se houve estupro.

O corpo foi localizado por volta das 15h50 deste domingo, segundo o Corpo de Bombeiros de Guararema. Um casal que passava pelo local sentiu o cheiro forte, encontrou o corpo e chamou a polícia.

Ainda segundo a polícia, o pai, um tio e uma prima de Rayane foram até o local, mas apenas a prima confirmou que as roupas que estavam no corpo eram as que a jovem vestia no dia em que desapareceu.

Desaparecimento

O desaparecimento é investigado pelo Setor de Homicídios de Mogi das Cruzes. A história começou depois que a jovem avisou para a família que iria a uma festa na companhia de duas amigas. O pai dela a deixou na casa de uma delas.

Durante o evento, Rayane teria dito que precisava ir embora mais cedo e que o pai viria buscá-la. Às 5 horas do domingo, a mãe notou que a filha ainda não havia chegado em casa e nem telefonado. Ela tentou contato, mas desde então não conseguiu.

Cães farejadores chegaram a fazer buscas em uma área de mata no km 170 da Rodovia Presidente Dutra, onde o celular da jovem foi encontrada. Além disso, mergulhadores chegaram a entrar em um lago que fica no local, mas não encontraram nada.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *